domingo, 16 de setembro de 2012

REBOCADOR “AVEIRO”

Rebocador AVEIRO no Tejo, por volta de 1949 


O rebocador AVEIRO prestando assistência ao paquete PRÍNCIPE PERFEITO no porto de Lisboa em ocasião de evento importante 

O rebocador AVEIRO em 2002 com as cores do seu ultimo armador, a Navegação Fluvial e Costeira de Rui da Cruz e Júlio da Cruz, Lda.

AVEIRO – LX-11-RC/ imo 5031391/ rebocador/ 34,07m/ 242tb/ 1 motor diesel de 9 cil., fabricado por Dominion Engineering Works Ltd., Lachine, Canadá/ 1.000hp/ 12nós; 06/05/1944 lançado à água pelo estaleiro Montreal Drydocks., Ltd., de Montreal, QC, Canadá; 03/10/1944 entregue à Real Marinha Canadiana como HMCT ALBERTON (W48), pertencendo à classe “British Norton”, ficando afecto ao serviço costeiro do Canadá; 1947 vendido como ALBERTON à Companhia Nacional de Navegação, Sarl, de Lisboa, que o registou na capitania do porto de Lisboa em 24/07/1948, sob o nº H363, com o nome de AVEIRO, e o empregou no serviço portuário de apoio à sua frota de navios de longo curso e batelões; 1972 AVEIRO, Navegação Fluvial e Costeira de Rui da Cruz e Júlio da Cruz, Lda., de Lisboa; 2004 entrou em “laid up”; 2005 chegava ao estaleiro de sucata da firma Baptistas – Reciclagem de Sucatas SA, de Alhos Vedros; 2008 foi desmantelado.
Resta acrescentar que o rebocador AVEIRO, também estava preparado para actuar como salvadego oceânico.
Fontes: Timcolton, Miramar ship Index, Navios Mercantes Portugueses, Nuno Bartolomeu
Imagens de autor desconhecido, gentilmente transmitidas por Nuno Bartolomeu, de Almada.
Rui Amaro

ATENÇÃO: Se houver alguém que se ache com direitos sobre as imagens postadas neste blogue, deve-o comunicar de imediato. a fim da(s) mesma(s) ser(em) retirada(s), o que será uma pena, contudo rogo a sua compreensão e autorização para a continuação da(s) mesma(s)neste Blogue, o que muito se agradece.
ATTENTION. If there is anyone who thinks they have “copyrights” of any images/photos posted on this blog, should contact me immediately, in order I remove them, but will be sadness. However I appeal for your comprehension and authorizing the continuation of the same on this Blog, which will be very much appreciated.

Sem comentários: