segunda-feira, 20 de janeiro de 2014

REBOCADOR PORTUGUÊS “LEÃO DOS MARES”

O rebocador CATRAIO navegando no Tejo em 1992 /  autor Luis Miguel Correia, de Lisboa,  a qual me foi transmitida por Nuno Bartolomeu, de Almada /.

O rebocador LEÃO DOS MARES saindo da doca nº 1 do porto de Leixões em 1996 / foto de autor desconhecido, a quem solicito autorização para que a mesma continue postada no blogue, o que desde já fico grato, a qual me foi transmitida por Nuno Bartolomeu, de Almada /.

Rebocador costeiro português (MAR) LEÃO DOS MARES, imo 7413830/ 31,22m/ boca 09m/ pontal 3,59m/ calado 04,86m/ 274,48tb/ 1xdiesel Brons-Appingedam 4.800hp 2.334kw 16cyl/ 13nós/ tracção 55tons; 12/1975 entregue por Scheepswerf Peters’ BV, Kampen, como ACHILLES a Neptun Bergings och Dyken A/B, Estocolmo, que o devolveu ao estaleiro constructor por anomalias na máquina; 1977 ROUSTABOUT, fretado pela TSS – Towage & Salvage Services, Ijmuiden; 1980 ZWITSERLAND, Bureau Wijsmuller, Terneuzen; 11/1989 CATRAIO, Soc. Cooperativa dos Catraeiros do Porto de Lisboa, Crl, Lisboa; 1993/95 “laid up” Lisboa, devido a falência do armador; 1995 LEÃO DOS MARES, TINITA – Transportes e Reboques Marítimos SA, Viana do Castelo (registo MAR); 05/04/2010 chegava a Alhos Vedros para desmantelamento em sucata. Chegou, tanto como CATRAIO ou LEÃO DOS MARES, a operar no porto de Leixões na assistência à acostagem de navios-tanques ao posto A do terminal de Petroleiros.
Como ZWITSERLAND actuou em operações de resgate de navios em dificuldade, por vezes coadjuvado por outros salvadegos, em reboque de plataformas energéticas, e na condução de mergulhadores e transporte de camaras subaquáticas para apoio aos mergulhadores, etc.
Fontes: Bureau Wijsmuller; Miramar Ship Index; Nuno Bartolomeu, Almada.
Rui Amaro

ATTENTION. If there is anyone who thinks they have “copyrights” of any images/photos posted on this blog, should contact me immediately, in order I remove them, but will be sadness. However I appeal for your comprehension and authorizing the continuation of the same on NAVIOS Á VISTA, which will be very much appreciated.

ATENÇÃO: Se houver alguém que se ache com direitos sobre as imagens postadas neste blogue, deve-o comunicar de imediato. a fim da(s) mesma(s) ser(em) retirada(s), o que será uma pena, contudo rogo a sua compreensão e autorização para a continuação da(s) mesma(s) em NAVIOS Á VISTA, o que muito se agradece.

1 comentário:

Luis Miguel Correia disse...

Fotografia do CATRAIO com as cores dos Catraeiros de Luís Miguel Correia. Vê-se que foi digitalizada por alguém a partir de uma página da Revista de Marinha. Não tem necessidade de retirar a imagem. Posso enviar um ficheiro com melhor qualidade: Luís Miguel Correia m.s.funchal@gmail.com