domingo, 19 de janeiro de 2014

REBOCADORES “PEGASO” E “PROMETEU” DA APDL

Os rebocadores PROMETEU e PEGASO na doca nº 1 do porto de Leixões em 2009 / cortesia Blogue José Modesto /.

O rebocador PEGASO evolucianando festivamente na doca nº 2 no dia 21/09/2013 - dia do porto de Leixões / cortesia Blogue José Modesto /.

PEGASO – Rebocador português/ imo 7626073/ sinal de chamada CSYA/ Rh-1 L-2009-RC/ cff 28,14m/ boca 09,14m/ pontal 02,60m/ calado 05,3m/ 249,89tb/ 46.44tl/ 2x1.200hp/ 12nós/ tracção 35tons; 1979 entregue por Foznave – Estaleiros Navais da Figueira da Foz, Lda., Figueira da Foz, à APS – Administração do Porto de Sines; 1998 PEGASO, APDL – Administração dos Portos do Douro e Leixões, Leixões.
PROMETEU – Rebocador português/ imo_______/ sinal de chamada____ / Rh-2 L-2008-RC/ cff 28,14m/ boca 09,14m/ pontal 02,60m/ calado 05,3m/ 249,89tb/ 46.44tl/ 2x1.200hp/ 12nós/ tracção 35tons; 1979 entregue por Foznave – Estaleiros Navais da Figueira da Foz, Lda., Figueira da Foz, à APS – Administração do Porto de Sines; 1998 PROMETEU, APDL – Administração dos Portos do Douro e Leixões, Leixões.

Estes dois rebocadores portuários e costeiros apetrechados com sistema Voith Schneider, são gémeos do POSEIDON e MERCURIO construídos também pela Foznave - Estaleiros Navais da Figueira da Foz, Lda., Figueira da Foz, para a APS – Administração do Porto de Sines, e cedidos às empresas Reboport, de Sines, e Tinita, de Viana do Castelo, respectivamente.
Todos eles continuam em operacionalidade efectiva. O PEGASUS e o PROMETEU no porto de Leixões; o POSEIDON no porto de Sines e o MERCURIO no porto de Viana do Castelo.
Fontes: APDL; Miramar Ship Index; Nuno Bartolomeu, de Almada.
Rui Amaro

ATTENTION. If there is anyone who thinks they have “copyrights” of any images/photos posted on this blog, should contact me immediately, in order I remove them, but will be sadness. However I appeal for your comprehension and authorizing the continuation of the same on NAVIOS Á VISTA, which will be very much appreciated.

ATENÇÃO: Se houver alguém que se ache com direitos sobre as imagens postadas neste blogue, deve-o comunicar de imediato. a fim da(s) mesma(s) ser(em) retirada(s), o que será uma pena, contudo rogo a sua compreensão e autorização para a continuação da(s) mesma(s) em NAVIOS Á VISTA, o que muito se agradece.

Sem comentários: